Siga-nos!

Valdemiro Santiago afirma que Jesus Cristo foi criado por Deus, pastor contesta

Tal tese pertence ao Arianismo, doutrina que foi rejeitada pela Igreja Cristã, mas que continua sendo pregada em algumas igrejas

Avatar

Publicado

em

O apóstolo Valdemiro Santiago escreveu recentemente um texto na página da Igreja Mundial do Poder Deus afirmando que Jesus Cristo foi criado por Deus antes mesmo de Deus criar a Terra e tudo que nela há.

Mas para o pastor Renato Vargens isso é uma heresia antiga chamada de Arianismo.

No texto Santiago afirma “que Jesus já existia muito antes de tudo”. “Muita gente pela tradição da religião, não entende a historia de Jesus. Alguns falam de natal, mas ninguém sabe o dia exato em que Jesus Cristo nasceu. Segundo que Jesus já existia muito antes de tudo. Ele é a imagem do Deus invisível, a encarnação do verbo”, diz ele.

Ainda segundo o fundador da IMPD, uma das denominações que mais cresce no país, Jesus foi a primeira criação de Deus. “A primeira obra dele foi Jesus Cristo, não a partir de Maria, que foi obra do Espírito Santo para ser feito carne, antes ele já existia. “Façamos” é no plural, porque Jesus estava com Ele e a palavra que lemos confirma.”

É exatamente essa declaração que o pastor presidente da Igreja Cristã da Aliança contesta, explicando que tal afirmação veio de um professor do início do século 4 d. C., Ário, que afirmava que Jesus fora criado por Deus. “Arianismo, então, é a crença de que Jesus era um ser criado com atributos divinos, mas não era divindade em si mesmo”, explica Renato Vargens que classifica tal afirmação como heresia.

Tanto que a Igreja Cristã denunciou tal tese como uma doutrina falsa e por esse motivo o Arianismo nunca mais foi aceito como uma doutrina viável da fé cristã. Vargens também pede para que ataques como esse, que ferem a divindade de Cristo sejam combatidos nos dias de hoje.

“Precisamos renegar em nossos dias ataques a divindade do nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo”, escreve ele.

Leia a mensagem de Valdemiro Santiago aqui e o texto do pastor Renato Vargens aqui.

Trending