Siga-nos!

Mundo

Twitter e Facebook censuram contas de Donald Trump

Presidente dos Estados Unidos compartilhou vídeo com entrevista.

Michael Caceres

Publicado

em

Donald Trump (Foto: Reprodução / NBC)

Nesta quarta-feira (5) o Facebook e o Twitter decidiram retirar do ar um vídeo da conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no qual ele diz em entrevista à rede de televisão “Fox News” em que diz que crianças são “quase imunes” ao coronavírus.

“Este vídeo inclui alegações falsas de que um grupo de pessoas é imune à Covid-19, o que é uma violação de nossas políticas sobre informações prejudiciais em relação à Covid”, disse Andy Stone, porta-voz do Facebook.

A iniciativa é mais um passo da censura imposta pelas plataformas sociais contra o pensamento conservador, enquanto que personalidades de esquerda continuam tendo total liberdade para compartilhar suas ideias controversas.

O presidente norte-americano havia dado a declaração quando falava sobre a reabertura das escolas no início do próximo ano letivo nos Estados Unidos, que estavam previstas para as próximas semanas e preveem aulas presenciais.

Como a Casa Branca defende a retomada das aulas, o presidente argumentou que as crianças são “quase imunes” à covid-19, o que é verdade segundo dados da pandemia. Ao censurar o presidente, o Twitter afirmou que a publicação “viola as regras contra a desinformação na rede social”.

Trending