Siga-nos!

Mundo

Trump reage à censura das redes sociais contra conservadores

Presidente americano diz que as plataformas de mídia social “silenciam totalmente as vozes conservadoras”.

Michael Caceres

Publicado

em

Donald Trump em discuso na Casa Branca (Carlos Barria / AP)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou prometer reação contra a censura que as redes sociais têm imposto contra conservadores. O líder americano teve posts marcados como “duvidosos” pelo Twitter.

Um dia depois de ser censurado, Trump afirmou que as plataformas de mídia social “silenciam totalmente as vozes conservadoras” e prometeu reagir contra isso. Ele promete que irã “regular fortemente, ou fechá-las”, mas não permitirá que continuem agindo assim.

“Os republicanos sentem que as plataformas de mídia social silenciam totalmente as vozes conservadoras. Vamos regular fortemente, ou fechá-las, antes que possamos permitir que isso aconteça. Vimos o que eles tentaram fazer e falharam em 2016. Não podemos deixar uma versão mais sofisticada disso”, escreveu no Twitter.

Essa não é a primeira vez que o líder americano faz críticas contra as redes sociais, que frequentemente são acusadas de censurar conservadores e até tentar silenciar denúncias através das plataformas.

“A esquerda radical está no comando e controle total do Facebook, Instagram, Twitter e Google. O governo está trabalhando para remediar esta situação ilegal”, disse Trump há alguns dias.

Trending