Siga-nos!

Política

Tribunal Internacional vai analisar “crime” de Bolsonaro contra a humanidade

PDT entrou com denúncia contra o presidente da República.

Michael Caceres

Publicado

em

Bolsonaro no Dia do Exército (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

A denúncia feira pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) no Tribunal Penal Internacional (TPI) por “crime contra a humanidade” por sua posição no combate a covid-19 deverá ser analisada pela corte com sede em Haia, Holanda.

Seguindo a narrativa esquerdista que vem sendo repetida, o partido acusa Bolsonaro de ser responsável pelo avanço da doença no país, mesmo tendo tido seus poderes constitucionais retirados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Na denúncia apresentada, o partido aponta que o mandatário brasileiro tem contrariado recomendações para reduzir a velocidade do contágio do novo coronavírus no país e está, desta forma, colaborando para o colapso do sistema de saúde.

Essa denúncia vazia desconsidera vários fatores, como  a responsabilidade dos prefeitos e governadores no combate a doença e que apesar de ser contra o isolamento social, o presidente respeitou a decisão do STF.

Surpreendentemente, o partido ainda acusa Bolsonaro por suas opiniões, o que viola o direito de expressão, principalmente ao denúncia Bolsonaro por chamar a covid-19 de “gripezinha”.

“Ressoa inconteste que as falas irresponsáveis proferidas pelo presidente da República, sobre o novo coronavírus, influenciam o comportamento dos cidadãos para o descumprimento das medidas necessárias ao combate do Covid-19”, diz trecho da denúncia.

A legenda também acusa Bolsonaro por medidas tomadas pelo Ministério da Saúde que, supostamente, contrariam recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), entidade que vem sendo cobrada por erros diante do surgimento da doença.

Trending