Siga-nos!

Tribunal de Contas proíbe verbas públicas para o Gideões Missionários

MP questiona repasses que somam R$ 700 mil para o evento.

Michael Caceres

Publicado

em

Gideões Missionários 2018
Congresso dos Gideões Missionários. (Foto: Divulgação)

O Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC) proibiu a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) de passar verbas ao Encontro dos Gideões Missionários da Última Hora.

A decisão foi tomada depois de o Ministério Público de Contas de Santa Catarina (MPC-SC) ter entrado com o recurso para que a Associação Movimento Comunitário Rádio Paz no Valle FM não recebesse repasses.

Com a decisão, a rádio que pertence a Assembleia de Deus em Camboriú, Santa Catarina, está proibida de receber os recursos para o evento anual organizado por eles. A decisão se dá após suspeitas de irregularidades nos repasses recebidos em 2017 e 2018.

Como o congresso é um dos maiores eventos evangélicos do país, atraindo mais de 100 mil pessoas para a cidade de Camboriú, os organizadores recebiam apoio do Turismo.

O Ministério Público questiona repasses que totalizam R$ 700 mil, feitos nos anos de 2017 ,na 35ª edição do evento, e em 2018, na 36ª edição.

 

Trending