Siga-nos!

Tensões no Irã e catástrofes naturais podem ser cumprimento de profecias

Estudiosos apontam estudos bíblicos que mostram profecias, mas pedem cautela.

Michael Caceres

Publicado

em

Irã e Austrália. (Foto: Reprodução)

Os últimos acontecimentos noticiados pela imprensa em todo o mundo chamaram a atenção de estudiosos da Bíblia para o cumprimento de profecias a respeito do fim dos tempos.

As tensões entre o Irã e os Estados Unidos foi um destes acontecimentos, que rememoraram profecias de Ezequiel sobre uma grande guerra contra Israel envolvendo o país e alguns aliados, descritas nos capítulos 38 e 39.

O mesmo aconteceu em relação a queimada na Austrália, que tornaram o céu vermelho-sangue, matando meio bilhão de animais. E em Jacarta e Porto Rico dezenas de pessoas morreram em uma série de terremotos.

Professores e autores evangélicos comparam os recentes acontecimentos com profecias e previsões descritas no Antigo e Novo Testamentos, incluindo falas do próprio Jesus Cristo no capítulo 24 de Mateus.

Bill Salus, escritor e estudioso, disse em seu programa de TV, “Observadores de Profecias” que os cristãos devem assistir a eventos recentes envolvendo o Irã com probabilidade de cumprimento de profecias bíblicas.

“Eu realmente acredito que isso vai levar a outras coisas”, disse Salus. “Este é o número um no meu radar”, completou.

O mesmo pensamento é compartilhado por Joel Rosenberg, que afirma ter cautela sobre o tema, mas que acredita que as profecias da Bíblia estão se desenvolvendo segundo as previsões bíblicas.

Ele compartilha da mesma interpretação dispensacionalista, que vê a previsão futura de Ezequiel 38 com forte significado sobre o Irã e que também envolve Rússia em um possível ataque contra Israel.

Segundo o Washigton Post, Rosenberg também vê Jeremias 49 como possível no cenário atual, já que descreve a destruição de uma nação como julgamento de Deus, o que apontaria para o Irã.

Mas, diz ele, os cristãos não devem encarar cada manifestação como biblicamente significativa, porém devem observar os fatos com cautela.

Trending