Siga-nos!

Política

#STFVergonhaNacional: no Twitter, usuários criticam Supremo

Citação chegou a mais de meio milhão de tuítes no microblog.

Michael Caceres

Publicado

em

Alexandre de Moraes (Foto: Rosinei Coutinho/STF)

O Supremo Tribunal Federal (STF) virou alvo de críticas no Twitter nesta quarta-feita (27) por conta do inquérito que apura suposta prática de “fake news”, ou notícias falsas, que têm ou teriam ocorrido contra os membros da Corte.

Em resposta as medidas tomadas pelo ministro Alexandre de Moraes, internautas publicaram milhares de críticas contra o Supremo nas redes sociais, chegando a levantar a hashtag “#STFVergonhaNacional”.

No microblog,  a citação chegou a mais de meio milhão de tuítes, dando uma ideia do tamanho da indignação popular contra o STF. A maioria entende que a ação do ministro tem como objetivo censurar os críticos.

Alexandre de Moraes foi o principal alvo das críticas, principalmente devido ao pedido de bloqueio das redes sociais dos investigados, justificando que “a interrupção dos discursos com conteúdo de ódio, subversão da ordem e incentivo à quebra da normalidade institucional e democrática”.

Moraes argumenta que “garantias individuais que não podem ser utilizados como um verdadeiro escudo protetivo da prática de atividades ilícitas” e que “em caráter de absoluta excepcionalidade, é possível o afastamento dos sigilos bancários e fiscais dos investigados, pois existentes fundados elementos de suspeita que se apoiem em indícios idôneos, reveladores de possível autoria de prática delituosa por parte daquele que sofre a investigação”.

Trending