Siga-nos!

Política

Rodrigo Maia ironiza projeto que criminaliza queima da bandeira do Brasil

Deputado comparou queima da bandeira com manifestações contra o Congresso.

Michael Caceres

Publicado

em

Rodrigo Maia. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ironizou um projeto de lei do deputado Guilherme Derrite (PP-SP) que propõe tornar crime a queima da bandeira nacional do Brasil.

“E as faixas pedindo o fechamento do Congresso? Também terão punição na lei?”, questionou Maia.

Derrite protocolou o Projeto de Lei 3.113/20, que propõe uma pena de reclusão de dois a quatro anos para quem “ultrajar e desonrar a bandeira nacional”.

“Esse PL criminaliza de maneira mais rígida, tornando uma pena de reclusão de 2 a 4 anos, deixa de ser uma contravenção penal e passa a ser crime ultrajar e desonrar nossa bandeira nacional”, argumentou o deputado.

Maia imediatamente rebateu, comparando a queima das bandeiras do país, pratica recorrente de manifestações criminosas de vândalos que se autointitulam “antifascistas”, com manifestações pacíficas da sociedade que questionam a atuação do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

A fala descabida do presidente da Câmara ainda foi aplaudida por alguns parlamentares que estavam no plenário da Casa. Derrite não deixou o parlamentar carioca sem resposta, mas afirmou que o tema poderia ser debatido no projeto.

Trending