Siga-nos!

Sociedade

Redes sociais censuram vídeo pró-cloroquina que foi divulgado por Trump

Médicos aparecem em coletiva de imprensa recomendando uso do medicamento.

Publicado

em

ANÚNCIO

Um vídeo onde médicos aparecem recomendando o uso da hidroxicloroquina como tratamento no combate ao coronavírus está sendo censurado pelas redes sociais. O vídeo foi divulgado nesta segunda-feira (27) pelo presidente Donald Trum e pelo seu filho, Donald Trump Jr.

As plataformas YouTube, Facebook e Twitter tiraram o vídeo do ar na noite de ontem alegando que continha informações falsas, mesmo tratando-se de um depoimento de médicos. O vídeo é do site Breitbart e tornou-se viral nas redes.

ANÚNCIO

Enquanto censurava o vídeo, o Twitter também suspendeu o perfil de Trump Jr., sob alegação de violação das políticas. O presidente norte-americano também foi censurado pelo microblog, mas não teve seu perfil suspenso, apesar de seus tuítes terem sido apagados.

Os médicos que aparecem no vídeo seriam de um grupo chamado America’s Frontline Doctors, que atuam na linha de frente contra a covid-19 e relatam que houve grandes resultados no uso do medicamento, assim como tem acontecido em diversos casos da doença.

Eles participavam de uma coletiva de imprensa convocada para anunciar os resultados e desmistificar informações sobre o avanço da pandemia. Essa coletiva acabou sendo publicada pelo site Breitbart.

ANÚNCIO
ANÚNCIO