Siga-nos!

Psicóloga cristã tem registro cassado por ser contra ideologia de gênero

Conselho Federal de Psicologia acusou profissional de “preconceito”.

Publicado

em

ANÚNCIO

A psicóloga Patrícia de Sousa Teixeira foi informada nesta quinta-feira (5) que seu registro profissional foi cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por ela ter se posicionado contra a famigerada ideologia de gênero.

O julgamento ocorreu no dia 18 de outubro, conforme informou com exclusividade o Gospel Prime, mas somente agora ela ficou sabendo sobre a decisão do CFP pela cassação de seu registro.

ANÚNCIO

Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero.

Apesar de não ter sido uma atuação de cunho profissional, o conselho regional determinou a cassação do registro da psicóloga por ter se comportado publicamente de forma “preconceituosa”, ela acabou recorrendo da decisão.

Seu recurso foi feito, na época, pelo advogado Jorge Vacite Neto, que já defendeu o pastor Silas Malafaia. Ele alegou que não houve atos praticados no exercício da profissão e que a pena era desproporcional.

ANÚNCIO

Ainda assim, o caso foi encaminhado para CFP para apreciação e a psicóloga acabou ficando sem defesa, já que o conselho atua em Brasília, o que culminou na perda do registro.

O processo no conselho federal teve relatoria da psicóloga Sandra Elena Sposito. Em sua tese de doutorado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) ela defende “à luta por direitos” dos homossexuais.

No vídeo encaminhado como denúncia pela Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP-12, Patrícia explica o que a ideologia de gênero defende.

Assista:

 

ANÚNCIO