Siga-nos!

Sociedade

Psicóloga cristã que teve registro cassado diz que se sentiu injustiçada

Patrícia Teixeira se posicionou contra a ideologia de gênero e foi cassada pelo CFP.

Michael Caceres

Publicado

em

A psicóloga cristã Patrícia Sousa Teixeira, que teve seu registro cassado pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), está em uma batalha judicial para reverter a decisão.

Venceu uma primeira etapa, conseguindo uma liminar que devolveu o direito dela continuar atuando até o final do processo, mas considera injusta a postura do CFP.

Patrícia foi processada pelo Conselho Regional de Psicologia da 12º Região, após participar de uma gravação onde aparece alertando sobre a ideologia de gênero e no dia 18 de outubro o Conselho Federal de Psicologia decidiu manter a cassação.

Em entrevista ao Gospel Prime, a psicóloga falou sobre a situação que está vivendo, apontando que nunca havia respondido a sequer um único processo ético, mas acabou sendo cassada por uma posição pessoal.

Leia a entrevista:

Gospel Prime – Como você recebeu a notícia da cassação do registro profissional?

Patrícia Teixeira – Me senti injustiçada, entendo que a cassação é uma medida extrema e descabida para a situação.

Já havia sofrido algum tipo de punição pelo CFP?

Nunca respondi a processo nenhum! Nem cível, nem penal, nem administrativo. O processo ético instaurado pelo CRP-12 foi o primeiro contato que tive com processo na minha vida.

Todo conteúdo da acusação gira em torno de uma publicação de um vídeo que possui cerca de 1(um) minuto de duração, este processo ético não tem relação com nenhum outro fato, apenas o conteúdo apresentado no referido vídeo.

Considera que a decisão de cassar teu registro foi arbitrária?

Não só arbitrária, mas também descabida, desproporcional, ilógica, algoz, tendenciosa, discricionária, infundada e sem base cientifica.

Por que o conselho tem sido tão duro com posicionamentos cristãos?

Vivemos num contexto de um Estado Democrático de Direito, penso que muitos representantes públicos deixam de se posicionar de maneira imparcial, impondo suas convenções políticas, ideológicas e morais, colocam uma pá de cal na discussão das ideias pelos diversos grupos contrapostos na sociedade civil, determinam suas conjecturas científica e colam sobre a discussão o seu selo da verdade.

Recebeu apoio de outros profissionais da área?

Recebi sim, centenas de profissionais de todo canto do Brasil vem manifestando seu apoio e indignação ao caso, a maioria concorda que minha fala no vídeo sobre a ideologia de gênero é a mesma conceituação apresentada pelos maiores estudiosos do mundo sobre o assunto, e portanto, não veem nenhuma irregularidade nem motivo que justifique a cassação.

Trending