Siga-nos!

Mundo

Pregador é sequestrado por muçulmanos na Noruega: “Se converta ao islã ou morra”

O caso foi denunciado para as autoridades, mas nenhum suspeito foi preso.

Avatar

Publicado

em

Roar Fløttum. (Foto: Reprodução)

Na semana passada um pregador de rua foi sequestrado por quatro homens muçulmanos enquanto orava por doentes em uma rua de Trondheim, na Noruega.

De acordo com o site Observatório de Intolerância e Discriminação Contra os Cristãos na Europa , Roar Fløttum foi abordado pelos homens quando um deles pediu que ele os acompanhasse para orar por um amigo que machucou o pé.

O pregador se prontificou a ir com eles, mas foi emboscado, jogado para baixo da escada de uma adega, espancado, roubado e sofreu ameaças de morte. Se ele não se convertesse ao islã, iriam matá-lo.

“Eles me disseram para dar a eles meu cartão bancário e certificado, códigos, celular e ID da Apple. Eles me mantiveram refém por uma hora”, disse Fløttum ao Norway Today. Os criminosos conseguiram sacar cerca de 10 mil coroas (aproximadamente 1 mil dólares) e tentaram forçá-lo a repetir uma oração em árabe.

“Eles queriam que eu dissesse algumas palavras em árabe”, continuou ele. “Eu estava com medo e realmente pensei que eles me matariam porque disseram que tinham uma faca e não queriam testemunhas”.

Mas após roubarem o dinheiro, resolveram deixá-lo ir embora. E mesmo com medo, Fløttum foi à polícia denunciar o crime.

De acordo com o chefe de polícia local, nenhuma prisão foi feita. No entanto, a polícia está coletando vídeo de câmeras de vigilância na área onde o ataque ocorreu. Eles esperam ser capazes de identificar os suspeitos.

Apesar do que passou, o pregador não pretende deixar de falar de Cristo para os moradores da cidade. “Só quero falar sobre o amor de Deus por outras pessoas”, disse Fløttum.

Trending