Siga-nos!

“Pouco confiáveis”, diz relatório da Abin sobre dados da covid-19 em MG

Agência Brasileira de Inteligência diz que poucos testes e alta de óbitos levantam dúvidas sobre números oficiais.

Michael Caceres

Publicado

em

Mapa Covid-19 em Minas Gerais (Reprodução)

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) classificou os dados sobre a covid-19 em Minas Gerais como “pouco confiáveis” devido à baixa testagem de pacientes e ao crescimento de mortes pela doença. O serviço de inteligência aponta “subnotificação de casos”.

O estado de Minas Gerais está entre os que menos testam os pacientes para coronavírus e a própria Secretaria de Estado de Saúde (SES) estima que o número de casos da covid-19 pode ser 10 vezes maior que o número que vem sendo divulgado.

A SES admite que o crescimento no percentual de óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) pode ter relação com casos de covid-19 ou com o fato de os médicos estarem notificando mortes indefinidas como SRAG.

Já em relação a baixa testagem, o Governo de Minas afirma que está seguindo orientação do Ministério da Saúde para examinar pacientes de grupos prioritários devido à escassez mundial de testes para covid-19.

Segundo informa o R7, a SES também afirma que não há uma situação de descontrole no Estado, uma vez que os hospitais não estão sobrecarregados.

Trending