Siga-nos!

Mundo

Petrobras abre processo de venda de cluster de petróleo legado de Marlim

Publicado

em

ANÚNCIO
Petrobras abre processo de venda de cluster de petróleo legado de Marlim
Foto: (reprodução/internet)

A Petróleo Brasileiro SA colocou à venda uma participação de 50% em seu cluster de petróleo de águas profundas legado de Marlim, disse a empresa na segunda-feira em um arquivamento.

Em produção desde a década de 1980 na bacia de Campos do Oceano Atlântico, o gigantesco cluster de Marlim possui quatro campos – Marlim, Voador, Marlim Leste e Marlim Sul – com produção de 217 mil barris de petróleo por dia, ou quase 10% da produção total da empresa.

ANÚNCIO

A venda de Marlim

Leia também: Agricultores norte-americanos comemoram alta do preço da soja enquanto Brasil perde

A venda, em sua fase inicial, faz parte dos planos da Petrobras de vender ativos não essenciais para reduzir dívidas e focar investimentos nas maiores descobertas em águas profundas do mundo neste século, na chamada área do pré-sal.

As novas reservas do pré-sal, encontradas sob uma espessa camada de sal no fundo do mar do Brasil, tiveram um rápido aumento na última década e são responsáveis ​​por mais de 70% da produção da Petrobras.

ANÚNCIO

Outrora o maior campo de petróleo do Brasil, com mais de 500.000 barris por dia, Marlim viu uma queda na produção na última década. Hoje, Marlim Sul e Marlim são, respectivamente, o sexto e o oitavo maiores campos de petróleo do Brasil. 

Veja também: Brasil vai rastrear exportações ilegais de madeira da Amazônia usando isótopos

Marlim Sul possui o maior número de poços produtores do Brasil, 67.

Os quatro campos, que também produzem 3,6 milhões de metros cúbicos de gás natural, estão localizados entre 90 e 150 quilômetros da costa e até 2.500 metros abaixo do fundo do oceano.

As ações da Petrobras subiram mais de 4% em São Paulo após o anúncio.

Traduzido e adaptado por equipe O Verbo News

Fonte: Reuters

ANÚNCIO