Siga-nos!

Pastor faz alerta para novos convertidos ensinando nas redes sociais

“Quem ensina errado pode não apenas trazer prejuízo para si, mas também para muita gente em quem ele tem influência”, ensina Luciano Subirá.

Publicado

em

ANÚNCIO

O pastor Luciano Subirá enviou uma mensagem aos jovens que usam as redes sociais para ensinar teologia, mostrando preocupação com o surgimento de influenciadores cristãos que, pela falta de preparo, estão compartilhando ensinamentos que não condizem com as Escrituras.

As redes sociais permitem o surgimento dos chamados influenciadores, homens e mulheres de diversas idades que atraem um público com o conteúdo que produzem, fenômeno que também chegou entre o público religioso.

ANÚNCIO

Na visão do pastor, o problema está em novos convertidos, sem preparo e sem estudo, estarem criando regras e teorias e levando outras pessoas ao erro.

“Quando alguém se levanta para ser um mestre, ele precisa mais do que informação. Tem níveis distintos de ensino”, diz ele compartilhando algumas verdades bíblicas a respeito do ensino e do dom de mestre.

“Se levantar para querer explicar tudo que a Bíblia diz no começo de caminhada não é sensato, não é bonito e é um risco maior do que você imagina”.

ANÚNCIO

O pastor alerta para a responsabilidade de quem ensina, citando a Bíblia que diz que quem ensina será julgado com maior rigor.

“Quem ensina errado pode não apenas trazer prejuízo para si, mas também para muita gente em quem ele tem influência”.

Ele ensina que é preciso ter bagagem, chamado e humildade para ser um mestre. Ser bem instruído também é importante e que ele não vê essas aptidões entre os jovens que estão ensinando na internet.

ANÚNCIO