Siga-nos!

Mundo

ONU: Crise pode causar fome de “proporções bíblicas”

Diretor diz que impacto da crise causada por pandemia pode dobrar fome no mundo

Neto Gregório

Publicado

em

Família africana sem ter o que comer. (FAO / ONU)

A crise econômica causada pela pandemia global de Covid-19 pode trazer ao mundo uma fome de “proporções bíblicas”, é o que acredita o executivo da agência de assistência alimentar da Organização das Nações Unidas (ONU), o Programa Mundial de Alimentação (PMA), David Beasley.

Em entrevista ao The Guardian, Beasley diz que não fala a respeito de pessoas que “vão dormir com fome”, mas “de condições extremas”. Ele alerta para uma situação de emergência e que pessoas estão – literalmente – “marchando à beira da fome”.

“Se não conseguirmos comida para as pessoas, as pessoas vão morrer”, afirma. “Esta é uma tempestade perfeita. Estamos olhando para uma expansão da fome em proporções bíblicas”, enfatiza.

A ONU já havia alertado que a pandemia poderia provocar fome em países já vulneráveis, ainda mais levando em conta a paralisação do comércio e o choque nos mercados financeiros.

Enquanto o PMA fazia esta advertência sombria, os ministros da agricultura do G20 prometiam assegurar um fornecimento “suficiente” de alimentos para os “mais pobres, os mais vulneráveis e os deslocados”.

Filho, esposo e pai.

Trending