Siga-nos!

Política

“Nada está oculto aos olhos de Deus”, cita Bolsonaro

Presidente postou versículo bíblico em suas redes sociais.

Publicado

em

ANÚNCIO

Em meio à uma crise política após a demissão de Sérgio Moro e do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, o presidente Jair Bolsonaro publicou um versículo bíblico em suas redes sociais.

O ex-juiz e agora ex-ministro anunciou sua demissão do Ministério da Justiça através de uma coletiva de imprensa, onde contou todo seu histórico, fez graves acusações contra o presidente e terminou dizendo que “está à disposição do Brasil”.

ANÚNCIO

O presidente negou as acusações de Moro e citou uma suposta chantagem do ex-juiz sobre uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). Também declarou que nunca pediu blindagem à PF.

O imbróglio foi parar no STF após solicitação de inquérito feita pelo procurador-geral da República, Augusto Aras. Caso as acusações se provem verdadeiras, o presidente pode até sofrer impeachment. Caso sejam falsas, Sergio Moro pode ser denunciado por denunciação caluniosa.

A demissão do diretor-geral da PF foi a gota d’água para o rompimento entre Moro e Bolsonaro. Para o lugar de Valeixo, foi escolhido o diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, que tem proximidade com a família Bolsonaro.

ANÚNCIO

Uma das reclamações feitas pelo presidente sobre o ex-ministro da Justiça é que alguns casos estavam sendo deixados de lado, como a facada que recebeu de Adélio Bispo.

Com as mudanças, o presidente espera que venha a público algumas informações de investigações que estavam paradas.

Em clara referência a todo o movimento, o presidente citou o verso 13 do capítulo 4 do livro de Hebreus: “Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos Daquele a quem havemos de prestar contas.”

ANÚNCIO

Filho, esposo e pai.