Siga-nos!

Mundo

Marca de roupas brasileira remove imagem de divindade hindu dos shorts

Publicado

em

Uma grife de roupas de moda brasileira retirou anúncios de sua linha de shorts masculinos e femininos que usavam a imagem de Lord Ganesh, uma das mais reverenciadas divindades do hinduísmo, em resposta a denúncias de sacrilégio.

Marca de roupas brasileira remove imagem de divindade hindu dos shorts
Foto: (reprodução/internet)

Jon Cotre aceita pedido do líder hindu

A marca Jon Cotre com sede no estado de São Paulo disse que os anúncios foram retirados de seu site e parou de fabricar os curtas.

Leia também: China diz que Eduardo Bolsonaro prejudica o relacionamento com seus comentários

“Peço desculpas em nome da empresa pelo que aconteceu. Nossa intenção nunca foi ‘banalizar’ ou ofender”, disse uma porta-voz da empresa.

Lord Ganesh, prontamente identificado por sua cabeça de elefante, é uma das divindades mais conhecidas e adoradas na terceira maior religião do mundo, que tem cerca de 1,2 bilhões de seguidores. 

Ele é o patrono de intelectuais, banqueiros, escribas e autores.

O embaixador da Índia no Brasil, Suresh Reddy, conversou com o dono da empresa Jon Cotre para explicar as sensibilidades relacionadas ao uso de imagens de Lord Ganesh, disse a embaixada.

Veja também: Total de mortes por coronavírus no Brasil chega a 170.000

Cotre concordou imediatamente em remover as imagens e o material de suas lojas, disse a embaixada em um comunicado.

Um clérigo hindu radicado nos Estados Unidos, Rajan Zed, criticou o uso comercial inadequado de imagens de Lord Ganesh, reclamando de “apropriação religiosa, sacrilégio e ridicularização de comunidades inteiras”.

Traduzido e adaptado por equipe O Verbo News
Fonte: Reuters