Siga-nos!

Política

Jornalista que debochou de experiência de Damares com Jesus morre de infarto

Nirlando Beirão comandava revista que publicou matéria atacando ministra.

Michael Caceres

Publicado

em

Damares Alves. (Foto: Reprodução / Divulgação)

O editor-chefe da revista Carta Capital, Nirlando Beirão, responsável por uma matéria ofensiva contra a ministra Damares Alves morreu no dia 30 de abril, ao sofrer um infarto. A notícia da morte surpreendeu a ministra da Mulher, Família e DIreitos Humanos.

Em novembro do ano passado, o jornalista publicou uma matéria com o título “Mulheres que envergonham as mulheres”, debochando da experiência da ministra com Jesus após ter sido abusada durante a infância. A matéria levou Damares a mover um processo contra Beirão.

A ministra tomou conhecimento sobre a morte de Nirlando Beirão durante audiência na última quarta-feira (15), quando ele não compareceu.

“Estou estarrecida que a Carta Capital tenha sugerido a pedofilia como cura da alma para uma menina de oito anos barbaramente estuprada! É um absurdo!!! Precisamos denunciar os diversos crimes injetados e praticados nesta publicação”, comentou Damares na época.

Em um dos trechos que chocou a sociedade, Beirão sugere que a ministra “perdeu a oportunidade” de manter relações com Jesus, causando uma onda de críticas. Na época, Damares pediu ajuda para “denunciar este asqueroso crime”.

“Ela não ofende a mim como mulher adulta apenas, ela ofende a mim e a milhares que passam pelo martírio do abuso. Já eu, continuo meu trabalho de ampliação da rede e programas de proteção a mulher e combate a pedofilia. Brasil! Me ajude a denunciar este asqueroso crime!”, completou.

 

Trending