Siga-nos!

Sociedade

Jornalista do Roda Viva faz insinuações contra oração de militares por Bolsonaro

Vera Magalhães diz que a “história lembrará” do ato, como se fosse proibido ou errado orar pelo presidente.

Michael Caceres

Publicado

em

Vera Magalhães e a oração por Bolsonaro (Reprodução)

A jornalista Vera Magalhães, apresentadora do Roda Viva, resolveu criticar um grupo de militares cristãos que oraram pelo presidente da República no Palácio do Planalto.

Através de uma foto publicada no Twitter, a apresentadora da TV Cultura escreveu que “a história lembrará”, exibindo o momento em que o presidente Jair Bolsonaro recebe a oração.

“É disso que se trata. Se você tem uma explicação, uma justificativa, um ‘mas’ ou uma flanela para passar, vai que é sua, Taffarel. A história lembrará”, escreveu Vera Magalhães.

Outras figuras ligadas a esquerda também fizeram críticas sobre as orações que Bolsonaro recebe, chegando a comparar o gesto com a saudação feita por nazistas ao tirano Adolf Hitler.

Na semana passada o jornalista Ricardo Noblat, da revista Veja, chegou a comprar fotos de orações pelo presidente com imagens feitas durante o período do Nazismo.

Trending