Siga-nos!

John Piper fala sobre “a coisa mais ultrajante que Jesus já disse”

Conferência Passion 2020 recebeu 65.000 jovens durante a passagem de Ano Novo.

Michael Caceres

Publicado

em

John Piper
John Piper. (Foto: Divulgação)

Em um sermão no Passion 2020, em atlanta, nesta quarta-feira (1), o teólogo John Piper falou sobre o que considera ser “a coisa mais ultrajante que Jesus já disse”.

Piper falou por 45 minutos sobre como os cristãos devem desejar que o nome de Jesus seja exaltado acima de todas as outras coisas, segundo informou o The Chistian Post.

Aos 73 anos, o pregador afirmou que Deus se descreveu em Êxodo 3 como “eu sou o que sou”, como se estivesse reivindicando: “Meu nome é quem eu sou”.

O tema da mensagem estava em João 8.58, no qual Jesus Cristo diz: “Eu digo a verdade, antes que Abraão sequer nascesse, eu sou!”.

Para ele essa afirmação é  “ultrajante” porque “quando você diz que para Deus: ‘Seu nome e sua fama são o meu desejo’, você quer dizer ao Senhor que deseja a presença de Jesus”.

A Conferência Passion 2020, realizada no Estádio Mercedes-Benz, recebeu 65.000 jovens durante a passagem de Ano Novo.

Trending