Siga-nos!

Israel

Israel espera receber 250.000 imigrantes judeus após pandemia

Pedidos de olim têm aumentando nos últimos anos, segundo agência.

Publicado

em

ANÚNCIO

Ao menos 250 mil imigrantes são esperados em Israel para os próximos 3 a 5 anos, segundo previsão do presidente da Agência Judaica, Isaac Hergog. Ele crê em uma onda de imigração após a crise causada pelo coronavírus.

Falando para o Knesset, o congresso israelense, Herzog disse que nos últimos 70 anos a agência ajudou a trazer cerca de quatro milhões de judeus de mais de 45 países e que, após a crise da covid-19, “esperamos uma onda particularmente grande que equivaleria a cerca de 250.000 olim nos próximos três a cinco anos “.

ANÚNCIO

Para Herzog, a maioria dos olim (termo usado para se referir aos imigrantes de origem judia) provavelmente serão mais jovens do que nos últimos anos. Ele diz que a Agência Judaica recebeu um número enorme de pedidos de imigração.

“Este é um desafio histórico e devemos aproveitar esta oportunidade”, afirmou. “O governo deve se preparar para a ocasião e preparar um programa nacional para integrar os olim nessa onda”, continuou ele.

O processo de imigração tem sido mais demorado devido ao aumento dos pedidos de diversos países, incluindo países europeus, América do Norte, América Latina, África, Oriente Médio, entre outros lugares.

ANÚNCIO

Segundo informa o Israel Hayom, o governo israelense espera acelerar o processo para trazer mais judeus de volta ao território de origem, enquanto trabalham para receber essas pessoas.

ANÚNCIO