Siga-nos!

Sociedade

Irmã de ditador da Coreia do Norte ameaça Coreia do Sul

Conselheira do ditador Kim Jong Un pede “ação decisiva” contra país vizinho.

Publicado

em

ANÚNCIO

Neste sábado (13) Kim Yo Jong, a influente irmã do ditador norte-coreano Kim Jong Un, ameaçou usar “ações” militares contra a vizinha Coreia do Sul, afirmando que sente que o regime comunista deveria romper em definitivo com as autoridades do sul.

“Sinto que já é hora de romper com as autoridades sul-coreanas. Tomaremos as próximas ações em breve”, afirmou Kim Yo Jong, que é conselheira do irmão tirano.

ANÚNCIO

A ameaça foi feita devido aos panfletos lançados por pessoas que conseguiram escapar do regime ditatorial e promovem ações de conscientização contra o Kim Jong Un. Para a irmã do ditador, que diz ter recebido poder do “Líder Supremo” e do “Partido Comunista” para tratar do assunto, uma “ação definitiva” deve ser adotada.

“Ao exercer o poder que me foi concedido pelo Líder Supremo, pelo Partido e por nosso Estado, ordeno (….) que a entidade encarregada dos assuntos com o inimigo adote a próxima ação decisiva”, disse Kim Yo Jong, sem especificar o tipo de ação.

ANÚNCIO