Siga-nos!

Sociedade

Igrejas ocupam centenas de imóveis do governo

Maioria dos imóveis foram concedidos em governos anteriores ao atual

Neto Gregório

Publicado

em

Palácio do Planalto. (Foto: Wilson Dias / Agência Brasil)

Uma reportagem do jornal Estadão denuncia a utilização de imóveis pertencentes à União por parte de igrejas. São pelo menos 663 salas comerciais, galpões, terrenos, apartamentos e residências em condomínios de luxo ocupados por instituições religiosas.

A campeã do uso dos ativos do governo é a Igreja Cristã Maranata, com 40 imóveis, seguida pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia do Recife, ligada à Igreja Católica, com 37 imóveis, segundo o jornal.

O Ministério da Economia explicou que os imóveis da União são destinados levando em conta seu uso. Também afirmou que a cobrança ou não depende das funções que serão exercidas pelas organizações.

Dados do próprio ministério mostram que a inadimplência dos ocupantes beira R$ 1 bilhão.

O Ministério Público abriu um procedimento junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) para apurar os pagamentos de taxas de uso dos 663 imóveis.

Lista das 10 organizações com mais imóveis:

  • Igreja Cristã Maranata – 40
  • Irmandade da Santa Casa de Misericórdia do Recife – 37
  • Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons) – 26
  • Congregação das Irmãs de Nossa Senhora da Glória – 26
  • Irmandade do Santíssimo Sacramento da Candelária – 25
  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus – 24
  • Irmandade do Senhor Jesus dos Passos e Imperial Hospital de Caridade – 23
  • Igreja Universal do Reino de Deus – 22
  • Igreja Evangélica Assembleia de Deus (Pernambuco) – 17
  • Igreja do Evangelho Quadrangular – 14
  • União Sudeste Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia – 12
  • Congregação Cristã do Brasil – 12
  • Congregação de Santa Doroteia do Brasil – 12
  • União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia – 10

Filho, esposo e pai.

Trending