Siga-nos!

Mundo

Igreja da Inglaterra pede desculpas por dizer que sexo é apenas para heterossexuais casados

Declaração foi criticada por ativistas LGBTs e a denominação retrocedeu.

Avatar

Publicado

em

Justin Welby, líder da Igreja Anglicana, celebrando casamento real. (Foto: Reprodução / Youtube)

Por conta da polêmica gerada pela declaração pastoral da Casa dos Bispos sobre sexo ser apenas para heterossexuais casados, a Igreja da Inglaterra se manifestou e pediu desculpas.

Os arcebispos de Canterbury e York Justin Welby e Jon Sentamu, respectivamente, fizeram o pedido formal de desculpas para quem se sentiu ofendido com a declaração pastoral que criticava a nova lei do Reino Unido sobre “parcerias civis”, algo semelhante à união estável.

“Nós, arcebispos, ao lado dos bispos da Igreja da Inglaterra, pedimos desculpas e assumimos a responsabilidade de divulgar uma declaração na semana passada, que reconhecemos ter comprometido a confiança. Lamentamos muito e reconhecemos a divisão e o dano que isso causou”, disseram.

A parte que mais criticou a declaração da igreja foram os ativistas LGBTs, que disseram que tal afirmação era preconceituosa com relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Segundo o jornal Metro, a Igreja da Inglaterra tem realizado um grande estudo sobre sexualidade humana chamado “Vivendo no amor e na fé”, que deve ser publicado ainda este ano.

“Este processo visa ajudar a todos nós a construir pontes que possibilitarão as difíceis conversas necessárias, pois juntos discernimos o caminho a seguir para a Igreja da Inglaterra”, disseram os arcebispos sobre o estudo.

Trending