Siga-nos!

Mundo

Governador quer reabrir tudo, mas manter igrejas fechadas

Departamento de Justiça criticou o que chama de “fardo injusto” contra instituições religiosas.

Michael Caceres

Publicado

em

Gavin Newsom (Getty Images)

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, foi alertado na terça-feira (19) pelo chefe da Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que seu plano de reabrir o estado e manter igrejas fechadas é discriminatório.

“Simplificando, não há exceção pandêmica à Constituição dos EUA e sua Declaração de Direitos”, escreveu Dreiband no Twitter.

O Departamento de Justiça criticou o que chama de “fardo injusto” contra instituições religiosas, quando o governador planeja reabrir o comércio e outros serviços, mas manter o adiamento de reuniões presenciais nos templos.

Gavin Newsom planeja reabrir escolas, restaurantes, empresas e shopping centers, mas manter impedidas as reuniões religiosas até a fase final, o que vem sendo bastante criticado, segundo informa o The Blaze.

Isso constitui “tratamento desigual as comunidades religiosas”, sugeriu a carta enviada pelo procurador-geral adjunto Eric S. Dreiband.

Trending