Siga-nos!

Mundo

Fiéis são agredidos por milícia comunista chinesa

Imagens mostram ação violenta contra igreja doméstica na China.

Michael Caceres

Publicado

em

Milicia chinesa contra cristãos (Reprodução)

Uma ação da milicia do Partido Comunista da China acabou em violência em Xiamen, província de Fujian, quando os fiéis foram surpreendidos pela ação dos oficiais.

Em um trecho de uma gravação feita no local, antes da apreensão dos celulares, é possível ver que um dos evangélicos é arrastado para fora do local, enquanto os outros tentavam impedir.

Segundo informa o ministério China Aid, os cristãos que guardavam a porta foram espancados e presos no local, onde fica a Igreja de Xingguang, dentro de uma residência particular.

As imagens da ação foram feitas por vizinhos do local onde os cultos ocorriam, mostrando a forma violenta com que agem contra a fé cristã.

Toda a ação foi feita sem nenhum mandato e a igreja acabou sendo fechada posteriormente, ação que tem se tornado comum.

O regime comunista da China tem aproveitado a situação causada pelo coronavírus para perseguir ainda mais os cristãos. Por lá a liberdade religiosa é bastante restrita.

 

Trending