Siga-nos!

Sociedade

Familiares ganham tablets para se comunicar com presos no DF

Encontros virtuais serão supervisionados por agentes da Subsecretaria do Sistema Penitenciário.

Michael Caceres

Publicado

em

Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (Reprodução / Facebook)

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) decidiu doar tablets para familiares se comunicarem com os presos, já que as visitas estão suspensas devido a pandemia.

Ao todo foram doados 40 tablets para comunicação entre os detidos e familiares.

Esses encontros virtuais serão supervisionados por agentes da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) do Distrito Federal, mas os aparelhos que serão usados pelos detentos não ficarão de posse deles, mas sob cuidados dos agentes, segundo informou a Sesipe.

Segundo o Correio Braziliense, os procuradores de Justiça do Núcleo de Controle e Fiscalização do Sistema Prisional (Nupri/MPDFT) defendem a medida.

“É notório que a suspensão das visitas presenciais em razão da pandemia tem gerado grande preocupação dos familiares para com os presos e vice-versa. Assim, é muito bem-vinda a utilização da tecnologia, de forma responsável e segura, para atenuar os efeitos emocionais do isolamento, em período tão crítico para a sociedade”, afirmam.

Nos últimos meses casos de Covid-19 têm sido registrados no sistema penitenciário do Distrito Federal, incluindo o registro de pelo menos uma morte.

Ao todo já foram registrados mais de 500 casos da doença somente na Papuda.

Trending