Siga-nos!

Mundo

Economia da Suécia cresce após ir contra “lockdown”

Até o momento a Suécia tem 41.883 casos confirmados e 4.562 mortos.

Publicado

em

ANÚNCIO

Ao contrário do que se viu em muitos países, a Suécia não permitiu que o coronavírus afetasse sua economia, chegando a obter crescimento no primeiro trimestre, após o governo do país ter optado por não impor um “lockdown”, ou bloqueio total.

Segundo o escritório de estatística do país nórdico, o Produto Interno Bruto (PIB) chegou a registrar um crescimento econômico de 0,1%, em comparação com os meses finais de 2019. Uma pesquisa da Reuters esperava uma contração de 0,6%.

ANÚNCIO

Em comparação com o primeiro trimestre de 2019, o crescimento do PIB da Suécio chegou a 0,4%, contrariando as previsões internacionais, já que as medidas de isolamento social deveriam afetar a economia dos países em todo o mundo.

No entanto, a Suécia preferiu adotar o chamado “isolamento vertical”, onde os grupos de risco evitam contato com os demais, enquanto os que estão fora destes grupos seguem com suas atividades, com algumas precauções.

O governo sueco chegou a recomendar que seus cidadãos ficassem e trabalhassem de casa, mas se fosse possível.

ANÚNCIO

O país adotou medidas de distanciamento social, mas manteve bares e restaurantes funcionando, além de permitir que estudantes menores de 16 anos frequentassem a escola.

Até o momento a Suécia tem 41.883 casos confirmados e 4.562 mortos, em uma população de mais de 10 milhões de pessoas.

ANÚNCIO