Siga-nos!

Política

Dilma quer que PT “converse” com evangélicos

“Nós temos de olhar para os evangélicos que votaram no Bolsonaro”, disse.

Michael Caceres

Publicado

em

Dilma Rousseff (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Depois de propor “aliança até com o diabo” para que o Partido dos Trabalhadores vencesse Jair Bolsonaro nas urnas, a ex-presidente Dilma Rousseff quer que a sigla “converse” com os evangélicos.

“Nós temos de olhar para os evangélicos que votaram no Bolsonaro. Nós temos de discutir com aqueles que o defenderam porque acham e acreditam que a questão da segurança no Brasil é a questão central. E nós temos de tratar essa questão”, afirmou.

Em entrevista ao DW na Colômbia, Dilma participava do Hay Festival Cartagena, quando falou sobre as recentes convulsões sociais na América Latina, assim como a vitória da direita no Brasil.

“No Brasil o que você constata é a existência de um governo neofascista executando um programa neoliberal”, atacou a petista.

Sem qualquer autocrítica e ignorando as visões ideológicas que afastaram o PT do eleitorado evangélico, os principais líderes do partido acreditam ser possível dialogar com o segmento.

Na entrevista, Dilma aproveitou para tentar defender o modelo econômico socialista e criticou as iniciativas do governo Bolsonaro, apesar de ter sido ela a responsável por colocar o país na maior recessão da sua história.

Trending