Siga-nos!

Sociedade

“Decidi não ter filhos por causa do impacto ambiental”, diz ativista

Anna Evironment faz parte de ONG que estimular as pessoas a não terem filhos.

Michael Caceres

Publicado

em

Militante Anna Eviroment (Foto: Reprodução/Instagram)

A ativista ambiental Anna Hughes, de 37 anos, afirmou nesta quarta-feira (29) em entrevista ao programa Lorraine, da TV britânica, que decidiu aos 20 anos que não teria filhos por causa do impacto ambiental.

Segundo a militante inglesa, os pais que escolhem ter filhos deveriam levar em consideração o planeta e as despesas com escolas e hospitais. Ela faz parte de uma ONG do Reino Unido chamada de Population Matters, ou “População Importa”.

O objetivo da ONG é justamente estimular as pessoas a não terem filhos por conta do suposto “impacto ambiental” que causariam ao planeta e a sociedade como um todo.

“Minha escolha pessoal é não ter uma família, e eu encorajo outras pessoas a terem uma família pequena. Aqueles que optam por ter uma família numerosa não consideraram realmente o impacto no planeta ou no futuro das próximas gerações. Não são apenas nossas emissões de carbono, são as escolas, os hospitais e o nosso consumo, todas essas coisas aumentam quanto maior o número de pessoas”, disse.

Para ela, ter filhos “não é algo certo”, mas se desejasse iria adotar uma criança. “Se eu decidir em algum momento, que quero uma família, vou adotar. Não sou contra crianças, mas não quero filhos. Neste momento, não é algo certo para mim. Mas, se eu desejasse, daria um lar amoroso para alguma das muitas crianças que precisam disso”, disse Anna.

Trending