Siga-nos!

Sociedade

Damares critica ativismo pró-aborto no Brasil

A ministra se comprometeu a não mudar as leis brasileiras sobre o assunto

Avatar

Publicado

em

Damares Alves. (Foto: José Cruz / Agência Brasil)

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, está em Roma para um encontro com o Papa Francisco. Antes de se reunir com ele, ela foi entrevistada pela rádio Vaticano onde pode falar contra o ativismo pró-aborto existente no país.

Damares defendeu que a vida começa na concepção e reafirmou o compromisso do governo de Jair Bolsonaro em defender a vida.

“Esse governo teve coragem de dizer publicamente que nós somos agora um governo que protege a vida desde a concepção. Isso causou um barulho no mundo, foi muito ousado e corajoso, mas nós estamos aqui admitindo e convocando o Brasil para proteger a vida desde a concepção”, disse ela.

Sobre o ativismo pró-aborto, Damares mostra que, ao contrário do governo anterior, o Governo Federal se posicionará contra a legalização do aborto.

“Nos últimos anos, tivemos um ativismo muito pró-aborto no Brasil. A proteção da vida desde a concepção as pessoas estão entendendo que é uma ideologia contrária ao que estava lá. Não, não é nenhuma ideologia, não é nenhuma bandeira política, é o óbvio”.

Apesar de ser contrária à interrupção da gravidez, Damares declarou que não pretende modificar a legislação brasileira que versa sobre o assunto. “Não vamos fazer nenhum ativismo para mudar isso”.

Trending