Siga-nos!

Política

Cunha rebate Dilma: “Governo patrocinou o maior escândalo de corrupção do mundo”

Presidente da Câmara voltou a afirmar que não deixará o cargo: ‘Só cabe uma maneira de sair, a renúncia, e eu não vou renunciar’

Avatar

Publicado

em

A presidente Dilma está na Europa, onde procura se afastar da crescente pressão sobre ela relacionado as contínuas denúncias envolvendo seu partido e seu governo. Em entrevista coletiva, disse no domingo (19) que não fez um acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para evitar um processo de impeachment.

Limitou-se a usar de ironia. “O acordo do Eduardo Cunha não era com o governo, mas com a oposição, que era público e notório”, afirmou. “Eu lamento que seja com um brasileiro”, disse ela três vezes, referindo-se às denúncias sobre contas de Cunha na Suíça.

Nesta segunda (19), o presidente da Câmara rebateu, lamentando “que seja com um governo brasileiro o maior escândalo de corrupção do mundo”. O peemedebista parece ter usado uma expressão parecida para demonstrar que entendeu o sarcasmo do comentário de Dilma.

Na opinião de parlamentares, a declaração de Dilma apenas aumenta o desgaste entre o governo e o Congresso justamente no momento em que se discute o impeachment. A imprensa vem divulgando que existe um “acordão” entre Cunha e o Planalto para que os dois líderes salvem os mandatos.

Contudo, Eduardo Cunha nega publicamente essa possibilidade. “Eu não estou trabalhando, nem buscando, nem dependendo de apoio ou manifestação de apoio pela minha situação. Eu fui eleito pela Casa. Aqui só cabe uma maneira de sair, que é renunciar, e eu não vou renunciar. Aqueles que acham isso, não esqueçam, eu não vou renunciar”, avisou.

Ao ser o questionado sobre o vazamento de cópias de seus documentos usados para abrir contas no exterior, onde, segundo as investigações, era depositado dinheiro de propina vinda da Petrobras, não quis comentar. Disse apena que seus advogados estavam cuidando do caso.  Cunha repetidas vezes negou ter contas no exterior. Com informações Veja

Trending