Siga-nos!

Sociedade

Condenado por abusar de crianças é solto após “mudar” de gênero

Homem não é mais considerado “uma ameaça”.

Avatar

Publicado

em

Joseph Matthew Smith. (Foto: Buena Vista County Jail)

A Procuradoria Geral do estado de Iowa (EUA) não levará adiante o processo contra um homem condenado em primeira instância por diversos crimes sexuais porque ele agora se identifica como mulher.

Joseph Matthew Smith, 23 anos, foi condenado em 2015 por molestar pelo menos 15 vítimas com idades entre 1 e 13 anos, porém há dois anos ele se submeteu ao tratamento para redesignação de gênero no Newton Correctional Facility.

O porta-voz da procuradora-geral Lynn Hicks não quis comentar sobre o motivo da desistência, destacando que “os níveis hormonais de um agressor são uma parte importante para comprovar a probabilidade de reincidência deste agressor”.

“Não acreditamos ter provas suficientes para dizer que ‘Josie Smith’ tem uma chance significativa de reincidir”, disse de acordo com informações do jornal Des Moines Register.

Um porta-voz do Departamento de Correções de Iowa disse que Smith foi transferido no sábado para a Unidade de Tratamento Residencial de Sioux City para liberação transitória. Ele não disse quando Smith será libertado.

Trending