Siga-nos!

Política

Celso de Mello afronta generais: “condução coercitiva ou debaixo de vara”

Ministros do governo Bolsonaro se irritaram com trecho de despacho.

Publicado

em

ANÚNCIO

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), afrontou os generais Augusto Heleno, Braga Neto e Luiz Eduardo Ramos em seu despacho para a oitiva no caso envolvendo o ex-ministro Sérgio Moro.

No despacho para que os ministros do governo Bolsonaro sejam ouvidos, o decano do Supremo afirmou que “não importando o grau hierárquico que ostentem no âmbito da República, à condução coercitiva ou ‘debaixo de vara'”.

ANÚNCIO

A forma desrespeitosa com que o ministro se dirige aos militares da reserva causou indignação, levando o grupo a avaliar uma possível reação pública ao trecho que trata sobre o modo de condução.

Como o trio foi citado pelo ex-juiz Sergio Moro, um depoimento foi requerido para que esclareçam alguns pontos da acusação de suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

ANÚNCIO