Siga-nos!

Política

Campanha do governo federal pela abstinência sexual começa em fevereiro

Campanha irá rodar nas redes sociais e terá como alvo público de 10 a 18 anos.

Michael Caceres

Publicado

em

Damares Alves. (Foto: José Cruz / Agência Brasil)

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos deverá lançar em fevereiro a primeira campanha para promover a abstinência sexual através da cultura de “escolhi esperar”.

A campanha de marketing deve chegar às ruas no dia 3 de fevereiro, com a temática da “iniciação sexual não precoce”, desenhada em conjunto com o Ministério da Saúde e com foco nas redes sociais.

O público-alvo da campanha será da faixa de 10 a 18 anos, com base em estudos científicos voltados para as campanhas de prevenção contra a gravidez na adolescência.

Não está previsto a disposição das campanhas para televisão e rádio, mas isso dependeria da possibilidade de o Ministério da Saúde arcar com os custos.

Segundo a secretária nacional de família, Angela Granga Martins a pasta avalia atualmente modelos de políticas “de escolhi esperar, de retardar a relação sexual”.

A pasta promoveu em dezembro do ano passado, na Câmara dos Deputados, um seminário que contou com a participação do pastor Nelson Neto Jr., fundador do movimento chamado “Eu Escolhi Esperar”.

Trending