Siga-nos!

Câmara de Ohio aprova lei que garante aos alunos o direito de acreditar no criacionismo

O texto proposto por deputados republicanos garante as Liberdades Religiosas para Estudantes

Publicado

em

ANÚNCIO

A Câmara dos Deputados de Ohio, Estados Unidos, aprovou na semana passada uma legislação que permite os estudantes de divergirem dos ensinamentos sobre a evolução na sala de aula.

O texto que garante as Liberdades Religiosas para Estudantes diz que “nenhum conselho escolar do distrito escolar […] deve proibir um aluno de se envolver em expressão religiosa na conclusão de trabalhos de casa, obras de arte outras tarefas escritas ou orais”.

ANÚNCIO

A legislação agora irá para o Senado do Estado e, se aprovada, deverá ser sancionada ou não pelo governador.

Se aprovada, a lei concederia a grupos religiosos liderados por estudantes o mesmo nível de acesso às instalações escolares já concedido a grupos seculares. Também levantaria uma proibição da expressão religiosa dos estudantes durante o horário de almoço e outras sessões não instrucionais.

O site FaithWire explicou que a cerne da lei, no entanto, é a abolição das restrições aos estudantes que expressam suas crenças religiosas – como a adoção do criacionismo – nos trabalhos de casa e em outras tarefas em sala de aula.

ANÚNCIO

Embora os educadores já estejam proibidos de restringir a expressão religiosa de qualquer aluno, o projeto de lei garantiria que a liberdade fosse estendida aos períodos de instrução e não-instrução.

ANÚNCIO