Siga-nos!

Sociedade

Esposa de Doria diz que é errado dar marmita para moradores de rua

Primeira-dama de São Paulo diz que moradores de rua não querem “responsabilidade”.

Michael Caceres

Publicado

em

Bia Doria e Val (Foto: Reprodução/Twitter)

A primeira-dama de São Paulo, Bia Dória, recebeu Val Marchiori no Palácio dos Bandeirantes para uma entrevista publicada nas redes sociais da socialite nesta quinta-feira (2), gerando muitas críticas. Durante entrevista, Bia afirma que é errado dar marmita ou roupas para os moradores de rua.

Presidente do Fundo Social de São Paulo, a esposa do governador diz que não se deve dar marmita para os moradores de rua porque eles precisam saber que têm que sair das ruas. Ela afirma que os desabrigados se sentem atraído e que as pessoas gostam de “ficar na rua”.

“Falando dos projetos sociais, algo muito importante. As pessoas que estão na rua… Não é correto você chegar lá na rua e dar marmita, porque a pessoa tem que se conscientizar de que ela tem que sair da rua. A rua hoje é um atrativo, a pessoa gosta de ficar na rua”, diz Bia Doria.

Ao fazer o comentário, Val questiona sobre como isso acontece, dizendo que “eles não querem sair da rua porque no abrigo eles têm horário para entrar, têm responsabilidades, limpeza, e eles não querem”. Bia concorda, acrescentando que querem receber as doações, mas não querem “nenhuma responsabilidade”

“Não querem. A pessoa quer receber comida, roupa, uma ajuda, e não quer nenhuma responsabilidade. Isso está muito errado. Se a gente quer viver em um país…”, diz Bia Doria, que é interrompida por Val, que diz “todo mundo tem suas responsabilidades”.

Trending