Siga-nos!

Política

Acho difícil superar a pandemia com esse desgoverno, diz Cármen Lúcia

Ministra do STF tenta fazer condenação moral do governo Bolsonaro.

Michael Caceres

Publicado

em

Cármen Lúcia (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou nesta quarta-feira (24) o governo Bolsonaro pela “condução” do combate à pandemia pandemia do coronavírus, mesmo que o próprio STF tenha transferido as decisões sobre o combate ao vírus chinês para governadores e prefeitos.

“O que o Supremo disse é que a responsabilidade é dos três níveis [federativos] — e não é hierarquia, porque na federação não há hierarquia — para estabelecer condições necessárias, de acordo com o que cientistas e médicos estão dizendo que é necessário, junto com governadores, junto com prefeitos. Acho muito difícil superar [a pandemia] com esse descompasso, com esse desgoverno”, afirmou Lúcia.

Era justamente sobre decisão de 15 de abril, em que a Corte estabeleceu que estados e municípios teriam autonomia para decidir sobre as medidas, como políticas de distanciamento social, que a ministra se referia. A ministra tentou jogar a responsabilidade sobre o presidente Jair Bolsonaro, afirmando que “política se faz com todo mundo”.

“A política se faz com todo mundo, todos os cidadãos e para todos os cidadãos. Não segundo a visão de um ou outro governante. Porque isso vai resultar em mortes, e haverá responsabilidade por isso”, disse Cármen Lúcia.

A ministra participou da transmissão “Conversas na Crise – Depois do Futuro”, organizado pelo Instituto de Estudos Avançados (IdEA) da Unicamp em parceria com UOL.

Trending