Siga-nos!

Opinião

A patética encenação do MBL para “derrubar” o presidente

Atriz não conseguiu cumprir bem o papel para o qual foi designada.

Maycson Rodrigues

Publicado

em

Cristiane Bernart (Reprodução)

Esta foi a figura designada pelos “radicais de centro” do MBL para tentar enfraquecer Bolsonaro perante a opinião pública – logicamente contando com o apoio da grande mídia, que está imbuída desta missão inglória desde 1º de janeiro de 2019.

Uma coisa é fato: esse MBL já não engana mais ninguém. O que parecia ser um movimento orgânico e propositivo, que lutava por um país livre da ditadura esquerdista, não passa de uma horda da militância do Centrão fisiológico que está muito mais interessada no poder do que em qualquer outra coisa.

No entanto, o “modus operandi” deles já nem pode ser considerado sujo; mas, sim, patético ou mesmo bizarro.

O que faz um político que compõe a oposição enviar ao inimigo uma assessora que se apresenta ao mesmo travestida de eleitora?

A culpabilização última e exclusiva do presidente pelas mortes de covid-19 não passa de calúnia ressentida de quem não conseguiu oportunidades de ter mais destaque e dinheiro no processo administrativo e político.

Dizer que o presidente é o grande responsável pelas políticas de combate ao vírus nas cidades e estados da Federação, quando já se é sabido de todos que o STF esvaziou o seu poder de atuação nessas regiões, dando a governadores e prefeitos a prerrogativa de se estabelecer os investimentos e as políticas de saúde e isolamento social é, no mínimo, debochar da cara do cidadão brasileiro que não está cooptado por nenhuma volição partidária ou ideológica, e que consegue analisar os fatos de forma equilibrada e imparcial.

Agora, por que boa parte da imprensa está noticiando como se essa mulher fosse uma eleitora, se a mesma tem um emprego no gabinete do vereador antibolsonarista?

Por acaso estamos falando de alguém que se arrependeu do voto que deu ao presidente ou de alguém que é paga com dinheiro público para servir à população, mas que também faz “uns bicos” de militante da fábrica Boy Band política de Fake News?

Ela disse que Bolsonaro traiu seus eleitores (??). Talvez, esteja se confundido com a turma a qual pertence que, outrora, sinalizava um antagonismo às ideias e ideais de figuras como Marcelo Freixo (PSOL), mas que agora fazem elogios públicos a tais figuras nas redes sociais.

Não creio que esse pessoal deva ser levado a sério. Entretanto, faz-se necessário o contraponto, pois poucos veículos de imprensa irão te informar com a riqueza de detalhes necessária, caro leitor.

Casado com Ana Talita, seminarista e colunista no site Gospel Prime. É pregador do evangelho, palestrante para família e casais, compositor, escritor, músico, serve no ministério dos adolescentes da Betânia Igreja Batista (Sulacap - RJ), na juventude da PIB de Vilar Carioca e no ministério paraeclesiástico chamado Entre Jovens. Em 2016, publicou um livro intitulado “Aos maridos: princípios do casamento para quem deseja ouvir”.

Trending