Siga-nos!

“A fé é parte mais importante do nosso relacionamento”, diz esposa de Justin Bieber

Hailey Bieber cresceu na igreja, mas se afastou na adolescência.

Avatar

Publicado

em

Justin Bieber e Hailey Bieber. (Foto: James Devaney)

Em entrevista à revista Elle, a modelo Hailey Bieber, esposa do cantor Justin Bieber, falou sobre sua fé e como acreditar em Deus foi importante para que eles suportassem o primeiro ano como casal.

Filha de uma brasileira com um norte-americano, Hailey cresceu na igreja, mas se desviou dos caminhos quando entrou na adolescência.

“Quando fiquei mais velha, ficou mais difícil seguir a igreja e a Bíblia porque parecia ‘muito adulto'”, disse ela que só retornou quando conheceu a Hillsong Church de Nova York.

“Começou a parecer minha pequena comunidade de pessoas que também eram jovens e seguiam a Deus e estavam imersas na comunidade da igreja. Depois, desenvolvi meu próprio relacionamento com a igreja e meu próprio relacionamento com Deus, separado de ser criado dessa maneira por meus pais. Essa foi uma jornada legal para mim”.

Quando ela começou a namorar Justin, depois de anos separados, eles enfrentaram muitos desafios e foi a fé que os manteve unidos. Hailey conta que Justin enfrentava problemas de saúde e que demorou para ser diagnosticado com a doença de Lyme.

“E foi difícil, porque todo mundo de fora estava sendo mal e julgador, dizendo que ele parecia estar drogado, dizendo como ele parecia insalubre, quando, na verdade, ele não estava saudável e não sabíamos o porquê.”

A doença de Justin forçou os recém-casados ​​a um cálculo imediato com o voto conjugal: “Doença e saúde”, diz Hailey.

“Nós fomos direto para descobrir as coisas difíceis. Porque você nunca sabe o que pode acontecer com a saúde de alguém. Quando você não sabe o que está acontecendo, é realmente assustador”, revelou.

A supermodelo afirma que a crença mútua em Deus é a base para seu relacionamento com Justin.

“Ser capaz de compartilhar isso entre si – de ter esse vínculo de fé e espiritualidade – é muito [crítico] para nós. É a parte mais importante do nosso relacionamento, seguir Jesus juntos, fazer parte da comunidade da igreja juntos. É tudo.”

Trending