Siga-nos!

Mundo

A cruz não é um símbolo essencial para a fé cristã, afirma bispo anglicano

Duas britânicas entraram na justiça contra uma empresa que as proibiram de usar uma cruz por cima do uniforme

Avatar

Publicado

em

De acordo com o bispo anglicano Rowan Williams a cruz não é um símbolo essencial para o cristianismo, servindo apenas como uma “decoração religiosa”. A declaração foi feita em relação a um processo movido por duas cristãs que foram impedidas de usar o crucifixo sobre o uniforme de trabalho.

Diante dessas afirmações os cristãos que estão apoiando as britânicas Nadia Eweida e Shirley Chaplin se irritaram com o representante da Igreja Anglicana. Williams disse que os fiéis “inventam” alguns símbolos como a cruz e se “aferram a elas como substituto para a fé verdadeira”.

As britânicas enviaram recurso do processo movido contra a empresa para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, sediado na França, pois a Justiça local deu uma sentença desfavorável às cristãs.

Nesse recurso o governo do primeiro-ministro David Cameron figura como réu no processo, mas o Ministério das Relações Exteriores rebateu as acusações de discriminação religiosa alegando que usar cruz em cima das vestes não é “uma exigência da fé cristã”.

Com informações Paulopes

Trending